[Resenha] Sussurro, de Becca Fitzpatrick


O começo do livro, quero dizer, o prólogo, não me deixou muito animada. Afinal, não gosto muito de histórias em 3ª pessoa, exceto raras exceções (Harry Potter, por exemplo). Sem contar que parece que todo livro de anjo caído tem um prólogo de 1800 e tanto. 

Mas então começo a ver o mundo na visão de Nora, uma menina comum, que perdeu o pai, e vive quase sozinha, já que sua mãe trabalha fora, e vive viajando. No começo, ela simplesmente odeia o Patch. Odeia mesmo! Acha-o arrogante, desagradável... E vai xingamentos. Mas, com o tempo, outros acontecimentos terríveis vão ocorrendo. E ela acha que está ficando maluca, pois sempre jura que algo aconteceu, mas na verdade não há nenhuma prova concreta que aquilo aconteceu mesmo. C

onfesso, eu entrei na história. Realmente me senti meio perdida, como a Nora se sente. Afinal, o que é verdade? O que é mentira? Lá pelo finalzinho da história, é IMPOSSÍVEL largar o livro. Os acontecimentos são rápidos, e você, na pressa de entender o que realmente acontece, vai lendo, lendo... E sério, eu aprendi muito coisa com esse livro, mas também confundi muita coisa. Sempre lembrava de Fallen, e, querendo ou não, às vezes comparava: "Mas, não faz sentido! No Fallen...", o que só servia para mexer ainda mais com a minha cabecinha. 

A autora escreve a história perfeitamente, e sim, eu confesso, não tinha ideia do rumo da história. Sério. Se você achou Fallen lerdo ou desinteressante, e tá pensando em desistir dessa modinha de anjos, não faça isso! Sussurro tem muito mais emoção, pelo menos para mim. E sim, algumas partes eu simplesmente ficava pensando "Mas eu nem imaginava isso!", o que mostra como Becca escreve bem. Se Crescendo for do mesmo jeito, ela vai ser a nova queridinha estilo meg cabot do mundo literário. Uma salva de palmas a ela! -q

Pontos Positivos:
Praticamente tudo! O começo, nada entediante, o meio, que mostra o desenvolvimento dos personagens e o fim, completamente diferente e inesperado, deixando-nos todos com um gostinho de quero mais!

Pontos Negativos:
Quase nada, sério... Juro para você, eu simplesmente amei o livro. É um daqueles para não botar defeito, como Percy Jackson (que, eu aliás botei sim, mas é mínimo). A mínima coisa é o fato de que às vezes você pode ficar confusa com tantos nomes (anjos caídos, anjos vingadores, nefilins...)

Personagens Favoritos:
Patch: tenho que dizer alguma coisa?! Patch simplesmente me encantou! Sério! Nem Edward conseguiu fazer isso, e toda cena que o tinha, eu simplesmente amava! Lindo, fofo, misterioso e com um passado obscuro. Tem coisa melhor? ♥
Nora Grey: ok, não é um costume meu gostar das protagonistas (geralmente as acho mongas -q), mas Nora simplesmente é boa demais. Como Patch descreve, atraente, inteligente e vulnerável. Amei *-*
Vee: é, eu sempre gosto da amiga maluca da protagonista, incrível. Mas Vee é uma verdadeira amiga, e que sempre está ao lado de Nora. Então é simplesmente impossível eu não gostar dela!

Melhor Parte:
1: "Os olhos de Patch eram como órbitas negras. Que absorviam tudo e não devolviam nada. Não que eu quisesse saber mais sobre ele. Se não gostei do que vi por fora, duvidava de que fosse gostar do que espreitava lá no fundo. O único porém é que isso não era bem verdade. Eu adorei o que vi. Músculos longos e esguios nos braços, ombros largos, mas relaxados, e um sorriso que era meio debochado, meio sedutor. Estava difícil convencer a mim mesmo de que deveria ignorar algo que já começava a parecer irresistível."
(pág 19)
2: "Quando eu era pequena, Lionel, afilhado de Dorothea, quebrou um dos copos da cozinha. Varreu todos os cacos de vidro, mas deixou um e me desafiou a lambê-lo. Imaginei que me apaixonar por Patch seria um pouco como lamber o caco de vidro. Sabia que era uma estupidez. Sabia que terminaria me cortando. Depois de tantos anos, uma coisa ainda não havia mudado: eu me sentia atraída pelo perigo."
(pág 92)


Classificação:
Capa: 4 estrelas
História: 5 estrelas
Narrativa: 5 estrelas
Média: 4.6 Estrelas

Conclusão:
Sério. Você tem que ler esse livro. Não ligue se você já se decepcionou por outros fenômenos literários, que diziam ser grande coisa, e acabaram não sendo. Esse, certamente, não o deixará na mão. A narrativa não cansa, pois Nora não é aquele estilo bobo de garota tonta. A história é excelente, realmente, possue uma criatividade imensa. A capa não é grande coisa, tá certo. Mas, como sempre dizem, não julgue um livro pela capa. Ah, e é claro: atreva-se a lamber o caco de vidro!

Conhecendo A Autora:
Becca Fitzpatrick cresceu lendo romances de espionagem à luz de uma lanterna, embaixo dos cobertores. Em um dado momento, passou a sonhar em ser uma espiã sexy e perigosa. Com formação na área de Saúde, logo abandonou tudo para se dedicar a escrever - atividade que pode ser tão sexy e perigosa quanto sua imaginação permitir. Se ela não estiver entre livros, provavelmente estará praticando corrida, garimpando sapatos nas prateleiras de liquidação ou assistindo a séries de investigação na tevê. Becca mora no Colorado, Estados Unidos, e Sussurro é sua estreia literária (que bela estreia, hein?).

Autor: Becca Fitzpatrick
Editora: Intrínseca
Ano: 2010
Págs: 264
Título Original: Hush Hush
Coleção: Hush Hush, #1

Um comentário:

  1. Olá Isah =)

    Resenha ótima que você fez sobre o livro Sussurro. Esse é um dos livros que você ganhou no seu aniversario certo ?

    Hoje chegou a encomenda dos livros que eu comprei, semana passada. Depois irei tirar as fotos dos livros e vou postar no blog, da uma olhada e depois comente.

    Se cuida Isah.

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.