[Resenha] Qual seu número?, de Karyn Bosnak


Que livro divertido! Que livro maravilhoso! Sabe aqueles livros que, enquanto você lê, você paga mico lendo, porque não consegue controlar as risadas? Pois é, você acabou de entender como me senti lendo Qual seu número?.

A protagonista, Delilah, é uma figura, nada menos que isso. Imagina aquela moça que apesar de sair com muitos caras, ser bonitinha e ter um até que um emprego estável, não consegue "acertar" na vida. Não, não estou falando da Erica (da série Being Erica. Confesse, as duas são parecidas). Mas, que apesar de tudo isso, ela tenta encarar a vida de um jeito feliz, aproveitando, sorrindo, vivendo. Isso foi uma das coisas que mais gostei na Delilah: ela, apesar de tudo, era muito corajosa. Ela admite o problema. E ela tenta consertar    do seu jeito, mas tenta! Ela não leva tudo pro lado negativo, não. Ela tenta ver as coisas de um lado legal, o que acaba nos fazendo sorrir. E, people, suas falas e suas atitudes são dignas de boas gargalhadas... Ai, ai. Sendo que ela é a narradora, vocês entendem o por quê desse livro ser tão divertido, certo?

Quando a "aventura" de Delilah começa    interrompemos essa resenha para um momento: ROAD TRIP, BABY! EU PRECISO FAZER UMA, PRA ONTEM! COM AMIGOS!    é quando as coisas vão ficando mais legais. Ela acaba adotando uma cachorrinha, muito fofa e que a põe em cada situação... E ela falando daquele jeito que falamos quando vemos um cachorro fofo? HAHAHA, impossível não rir do jeitinho. Vemos como cada um dos exs era (ela conta os relacionamentos, por que acabou, etc) e como é atualmente e pessoal... Delilah é uma doida completa! Às vezes eu parava a leitura e pensava: "ela estava bêbada quando namorou esse cara?". E dava risada logo em seguida.

E o Colin, gente! Se vocês não sabem, bem, fiquem sabendo: eu tenho uma queda ok um precipício... por personagens, atores, cantores, seres ingleses e irlandeses. Eles têm um sotaque e um jeito que é im-pos-sí-vel não se apaixonar. Com Colin, não foi diferente. Tá certo que a imagem do Chris Evans como um Colin ajuda a imaginação da pessoa que vos escreve, mas vocês entenderam.

Enfim. Recomendadíssimo. É por isso que vocês que não gostam de chick-lit perdem a razão nesse ponto. O livro é meio fútil? É, talvez. Mas a autora não queria um livro "sério". Ela queria algo que pusesse um sorriso no rosto dos leitores e que ao mesmo tempo fizesse as mulheres (nesse ponto) se identificassem e talvez até acabassem conseguindo ajuda após ler esse livro. E pode crer, povo lindo, isso ela conseguiu.
+ Favorito

(Cinco estrelas)


Autor(a): Karyn Bosnak
Editora: Novo Conceito
Ano: 2011 (Brasil) / 2006 (original)
Páginas: 414 (Brasil) / 368 (original)
Nome original: What's Your Number? ou  Twenty Times A Lady
Coleção: -

Um comentário:

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.