Talking about Movies: Transformes #3 - O lado oculto da Lua

Capa e Cartaz do filme Transformers - O Lado Oculto da Lua
Sinopse: Liderados por Optimus Prime, os Autobots Bumblebee, Ratchet, Ironhide e Sideswipe estão de volta à ação, enfrentando os malignos Decepticons, que estão determinados a vingar sua derrota. Agora, Autobots e Decepticons envolvem-se em uma perigosa corrida espacial entre os EUA e a Rússia, e mais uma vez o humano Sam Witwicky sairá em auxílio de seus amigos robôs. Novos personagens incluem Shockwave, o regente de Cybertron, que acompanha o embate das facções robóticas na Terra.
Diretor: Michael Bay.
Elenco: Shia LaBeouf, Patrick Dempsey (link para o Filmow).
Duração: 157 minutos.
Título Original: Transformers: The Dark Of Moon.

Eu já vi os outros dois primeiros filmes, então conhecia bem o estilo de fazê-los. Eu particularmente não amei nenhum dos três, acho bom e só. Então, quando esse lançou, não estava na minha lista de "filmes para ver ainda no cinema", só em DVD. Mas as minhas amigas acabaram me chamando para ir ao cinema e eu aceitei e fui ver. Saí um pouco decepcionada. Confesso.
Eu não esperava muita coisa... eu nem sabia qual era o assunto da vez, já que haviam feito dois filmes, pra mim esse era mais um enchimento de linguiça do que qualquer coisa. A mudança do elenco (Megan Fox não está e em seu lugar, uma modelo loira) não melhorou nem piorou a situação, ambas as atrizes são medianas e realmente não afetam o desenvolvimento do filme, tirando os momentos que os garotos podem gostar de ver as bundas dela (e eu não gosto). Sam terminou a faculdade e a procura de emprego, quando seus pais vêm visitá-lo, ainda não arranjou. Já  a sua namorada, Carly, é uma bem-sucedida moça que trabalha para Dylan (do qual, obviamente, Sam tem ciúmes). Tudo ia quase perfeitamente, até que os Autobots descobrem uma nave destruída no lado oculto da Lua (daí o nome) e lá dentro, seu líder (que eu não lembro o nome, mil desculpas mas é nome de robô demais!). Mais algumas confusões, algumas destruições, os Autobots são expulsos da Terra, os Decepticons tomam Chicago - destroem aquela cidade linda, que vergonha!! - mas tudo fica bem. Resumindo legal, é essa a história. Claro, eu tirei grande parte das coisas, afinal, são 2 horas e 37 minutos de pura luta, confusão e eu tentando adivinhar quem eram os bonzinhos e os malvados. É, foi vergonhoso. Mas o filme é bom, os efeitos especiais são ótimos (na maioria) e apesar de ficar um pouco repetitivo - é a terceira vez que o Autobots lutam contra os Decepticons! -, teve bastante criatividade e até um pouco de conspiração, por causa da Lua (disseram que a viagem feita em 1969 pelos Estados Unidos foi para pesquisar a nave caída lá). Mas a minha maior reclamação foi o final: eles destroem Chicago inteira, matam milhares de pessoas e tudo fica bem? Não me conformei com isso e sabe o que me lembrou? Final de um episódio de Power Rangers, depois que os mocinhos lutavam naqueles robôs gigantes e destruíam boa parte da cidade.
É um bom filme e se puder, veja no cinema, aonde a tela é maior e o divertimento (talvez) também. Mas se quiser alguma inovação profunda, bem, esse filme não realizará seus desejos :)

Classificação: 3.5 estrelas


Um comentário:

  1. Ótima resenha! Vou assistir, mas não estou com grandes expectativas não... Não curto muito a série..

    Isa, te enviei um e-mail que preciso que você responda com mega urgência, haha. Beijos!

    @AbbsEntrelinhas
    http://entrelinhas.org

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.