[Resenha] Deixe a Neve Cair, de diversos autores


Eu estava louca pra ler esse livro desde antes de lançar aqui no Brasil, então fiquei animadíssima quando a Rocco publicou (mesmo sendo a Rocco e o preço sendo salgado). Minha prima acabou comprando antes de mim e, num ato de pura bondade (tenho que escrever isso, caso ela venha a ler a resenha! Haha), me emprestou, antes mesmo de ler.

E, *suspiros* *awn* *suspiros de novo*. Eu não podia ser mais grata!! Deixe a neve cair é um livro com três contos, todos interligados e que se passam ao redor da mesma pequena cidade da Carolina do Sul. É envolvente, meigo e com aquela aura de Natal que todos nós amamos, muito. Por ser três contos, vou opinar sobre cada um deles e depois, fazer um balanço sobre o livro em si.

Primeiro conto: O expresso Jubileu, de Maureen Johnson.
O meu conto favorito, escrito pela mão divina da Maureen, é o que tem a melhor narrativa e uma das melhores protagonistas: Jubileu é divertida, engraçada e, apesar de ter em alguns momentos um gosto questionável e uma visão meio embaçada, é muito legal. Stuart, o cara que a ajuda após seu trem empacar numa cidadezinha por conta de uma nevasca, é maravilhoso. Melhor que esses bad boys, Stuart é atencioso, divertido e nem muito nerd, além de não ser ruim de olhar. O relacionamento deles é construído de uma maneira linda, que me fazia suspirar, sem, no entanto deixar a ótima narrativa melosa. É o tipo de conto que você fala “Como eu queria que fosse um livro!”, pois se apega aos personagens. 5/5

Segundo conto: O Milagre da Torcida de Natal, de John Green.
John Green é, quase sempre, garantia de uma narrativa bem feita e esse conto não é exceção. Tobin, Duke e JP são melhores amigos desde sempre. Tobin, o narrador, é, apesar de ser meio irritante, um bom personagem. JP é o melhor do livro, um tipo de personagem que já apareceu nos livros de John e que é sempre ótimo, o melhor amigo para todas as horas, divertido e meio louco. Duke é a única menina do grupo e é uma das personagens femininas que mais gostei no livro. A única coisa que eu não gostei muito nesse conto foi que, por conta da história dele, infelizmente não teve muitas ligações com o conto anterior. Mesmo assim, é muito bonitinho, com personagens ótimos e sim, apesar de eu já esperar o final, John o construiu de uma forma muito bem-feita. 4.5/5

Terceiro conto: O santo padroeiro dos Porcos, de Lauren Myracle.
A única autora que eu não conhecia, Lauren teria a difícil tarefa (pelo menos para mim) de fechar o livro. Narrado dessa vez por Addie, uma menina que acaba de terminar um namoro que significou muito para ela, a história não me parecia muito promissora nas primeiras páginas, mas depois, subiu ao nível dos contos anteriores. O que mais gostei nessa história, além do nome peculiar, foi que Lauren caprichou para que, no último conto, nós tivemos todas aquelas interligações necessárias e maravilhosas que esses livros de contos possuem. Sabe aquela coisa: “Ei! Eu e lembro disso no outro conto!” ou “Ah! Você é ela, então!”? Exatamente. A narrativa não foi tão legal quanto a de Maureen, em parte por Jubileu é uma protagonista bem mais legal que Addie, que possui seus momentos egoístas, mas no final, percebe os erros. Mesmo assim, gostei muito dessa história, à sua maneira. 4.5/5

Deixe a neve cair é um livro que encanta, alegra e faz qualquer um suspirar. É um livro fofo, bem escrito por mãos muito talentosas e que vale muito, muito a pena ler. Aliás, eu não ligaria se lançassem outra versão desse livro, talvez com outros autores, porque foi um livro que eu gostei muito e recomento extremamente para vocês!!


Autor(a): John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle
Editora: Rocco
Ano: 2008 (original) - 2013 (Brasil)
Páginas: 352 (original) - 336 (Brasil)
Nome original: Let it Snow
Coleção: -

0 viajantes:

Postar um comentário

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.