[Resenha] Esconda-se, de Lisa Gardner


Meu primeiro livro com a Lisa Gardner foi uma ótima experiência, porque ela tem um dom de criar casos muito bem feitos, com resoluções legais e, além disso, geralmente tratam de assuntos bem diferentes, o que torna tudo mais interessante.

Em Esconda-se, há, novamente, uma divisão de histórias, que depois se cruzam: a da sargento D. D. Warren (a protagonista da série), que se depara com um caso pra lá de esquisito, ao encontrar uma cova no terreno de um antigo hospício em Boston com seis corpos de meninas. Annabelle, uma moça que sempre esteve fugindo, sem nem ao menos saber do quê. Bobby, o novo detetive da polícia, amigo de D. D., que é chamado por ela ao caso.

A história se desenvolve sem pressa, como já é característico da Lisa, mas nem por isso significa que é arrastada. Pelo contrário, por ser feito sem muitas informações em poucas páginas, temos a oportunidade de ver um caso com detalhes bem pensados surgir aos poucos. O que eu gosto do jeito que a autora escreve, além dela dividir as histórias e depois interliga-las, o que eu acho super legal, é que nós temos a oportunidade de vermos um pouquinho da vida pessoal de cada um dos personagens principais, o que os torna mais reais, mais próximos. Não sei vocês, mas tá aí uma série que seria legal ver um seriado de TV baseado (viajei, eu sei, mas gente, ia ser legal!).

Eu não tinha gostado muito da D. D. no livro passado, mas achei que nesse ela está mais humana, mais legal. Além disso, o Bobby também é um personagem bem interessante, corajoso e com um passado que, apesar de não ser totalmente revelado nesse livro, eu gostaria muito de saber mais. Annabelle, por sua vez, é uma personagem curiosa. Eu ficava o tempo todo pensando em todas as perguntas que estão sempre à volta, como o porquê da fuga constante dela e de seus pais e, quando finalmente descobrimos as respostas, apesar de eu ter algumas suspeitas, eu sempre fico feliz, porque sempre tem algo a mais que eu não tinha pensado (pois é, eu gosto de ser mais burra que o autor em livros de suspense, porque senão perde a graça, né?).

Nesse caso, por exemplo, além do caso principal, nós também conhecemos outros casos, que podem ou não ter ligação com o principal, mas mesmo assim, vale a pena só por saber, porque a Lisa tem essa coisa de conseguir contar uma história de suspense sem deixar na cara o culpado e, mesmo assim, nos dar a história do crime muito bem, tanto que minhas partes favoritas sempre são as que têm mais informações sobre isso (e não necessariamente a revelação, apesar de que é legal essa parte também).

Portanto, se você gosta de um bom suspense, não tenha dúvida: Lisa Gardner não vai te decepcionar; pelo contrário, provavelmente vai te deixar com mais vontade de ler os livros dela!


Autor(a): Lisa Gardner
Editora: Novo Conceito
Ano: 2007 (original) - 2013 (Brasil)
Páginas: 313 (original) - 400 (Brasil)
Nome original: Hide
Coleção: Detetive D. D. Warren, #2

0 viajantes:

Postar um comentário

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.