[Resenha] Almas Gêmeas (Beijada por um anjo #3), de Elizabeth Chandler


Comente nesse post e ganhe chances a mais na Promoção de um ano do blog (http://bit.ly/umanoblog)

*Resenha do primeiro livro (Beijada por um anjo) e do segundo livro (Almas Gêmeas).

O que falar sobre esse livro?! Sem dúvidas ele segue o estilo da série, num ritmo bom    não muito rápido na história, mas o leitor lê rapidamente    e finalmente resolve explicar algumas coisas (que para mim já estavam óbvias, mas tudo bem). Finalmente Ivy acreditará em anjos? Finalmente Tristan cumprirá sua missão? Finalmente descobriremos quem tentou matar Ivy (e acabou matando Tristan)?

É com essas expectativas que o livro começa. Eu já devo ter comentado que meus personagens favoritos são Gregory e Lacey, cada um por sua personalidade... Mas me diga, o que você faz quando um dos seus personagens mais queridos é na verdade o assassino? Apesar de eu saber disso há tempos, fiquei triste. Afinal, eu realmente desenvolvi um carinho por Greg (hehe!) e não gostei do final que ele acabou tendo...

Mas a vida continua. Nesse livro, Ivy está meio sem paciência, por assim dizer. Se você quer saber, ela está bem mais legal nesse livro do que, por exemplo, no segundo (e do que no quarto). Maaas... Uma personagem não move o livro, não nesse caso. Apesar de eu curtir o Tristan, eu me irrito muito com ele e com toda aquela história de “eu preciso proteger 24 horas por dia minha amada Ivy”, é simplesmente cansativo! Todos os personagens que têm esse traço muito acentuado eu acabo não gostando muito.

 Há também o maior destaque de algumas coisas e personagens, como Will (um dos amigos de Greg e Tristan), que acaba passando algumas mensagens dos anjos à Ivy, Beth (melhor amiga da Ivy) e... A relação não-relação de Susan e Greg. Eles são aquele estilo de casal que está sempre terminando, voltando, sem nunca assumir nada sério    pelo menos não da parte do Greg. Os momentos em que a Susan confiava mais no seu “namorado” mais do que na Ivy    pois Gregory sempre estava bolando alguma maneira de fazê-las brigarem    são, na minha opinião, ridículos. Mas incrivelmente reais. Afinal, isso sempre acontece e, apesar de isso ter feito a Susan perder muitos pontos comigo, era algo necessário para que os leitores deixassem de gostar do Greg. Ou sei lá o quê.

Num geral, o livro sem dúvidas é legal. Resolve-se o mistério, as coisas parecem bem encaminhadas... Nada muito bolado e eu não gostei do final, tá bom. Se não tivesse o tal quarto livro, essa série teria deixado uma não tão boa impressão em mim! Na minha opinião, deixou algumas pontas fundamentais soltas, o que não é legal. Mas, de qualquer forma, vale a pena ler, sem compromisso. Você se divertirá, sem dúvida!
(Três estrelas    8,25)


Autor(a): Elizabeth Chandler
Editora: Novo Conceito
Ano: 2010 (Brasil) / 1995 (Original)
Páginas: 262 (Brasil) / 240 (Original)
Nome original: Kissed by an angel     Soulmates
Coleção: Beijada por um anjo, #3

4 comentários:

  1. Oi Isa!

    Eu achei essa série super fofa!
    Vou começar a ler o quarto livro hoje.
    Também achei previsível, mas, mesmo assim, eu gostei.
    O bom é que a gente lê super rápido né? Li em uma tarde...

    Obrigada por participar da Retrospectiva Literária. \o/ Já coloquei o seu blog lá.
    Não me lembro se já havia avisado ou não... hihihi

    Bjss!

    ResponderExcluir
  2. Ele parece ser um livro levezinho e um pouco previsível!!! Mas é uma historia que ainda quero ler!

    ResponderExcluir
  3. De cara eu já gostei da serie beijada por um anjo muito mais que fallen e outras,eu adoraria pode lê-los.Adorei a resenha ta de parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Legal, gostei da resenha, parece ser o tipo de série divertida sem colocar no leitor aquela expectativa enorme, mas que nem por isso deixa de ser interessante.
    Ainda vou ler o primeiro volume, não sei se vou necessariamente adorar a leitura, mas pelos comentários que tenho visto, acredito que vou gostar, sim.

    Bjo,
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.