[Resenha] Percy Jackson & Os Olimpianos #5 - O Último Olimpiano, de Rick Riordan


Primeiramente, devo admitir que sim, esse livro é de fato incrível, um dos melhores (senão o melhor) da série. Uma das coisas que eu gosto dos livros de PJ é que, desde o primeiro (Oh, o tão tão distante Percy Jackson & O Ladrão De Raios), o autor consegue manter uma narrativa em primeira pessoa (Percy) incrivelmente interessante, e que atrai tanto meninos como meninas (olha eu!), e ele dá umas boas sacadas, pondo algumas influências atuais, mas sem exagerar, claro, pois a história se trata sobre meio-sangues, não a vida de um adolescente.

O começo, me deixou um pouco, sei lá... Inciumada, sabe? Não por mim (apesar que eu adoraria ter um Percy para chamar de meu, mas enfim...), mas pela Annabeth. Depois, eu começo até a gostar da Rachel e tal.

Mas uma das coisas mais tristes do livro foi quando uma certa pessoa morreu, bem no comecinho. Aliás, só de ler o primeiro capítulo, você já descobre isso. Eu achei aquilo meio triste e na hora, meio "drástico" demais (e olha que eu li Harry Potter 7!), mas, conforme fui lendo, deu para ver que é, aquilo tinha que acontecer, de certa forma.

Uma das coisas que me surpreendeu foi que o começo da "batalha" foi beeem antes do livro acabar, diferentemente dos outros, onde, geralmente, é faltando umas 50 páginas que a guerra começa. Esse "adiantamento" poderia ter de certa forma cansado a história e, apesar de alguns momentos eu ficar meio cheia de guerra pra cá, deus pra lá, titã e tal, eu achei muito bem sacado o enredo.

Outra coisa foi que o Percy demonstra beeem mais claramente seus sentimentos por Annabeth, apesar de ela (até alguns instantes finais do livro) continuar a mesma. E uma das passagens que não entendi direito foi quando ela o chamou de covarde. Como? Porque isso? :x

Um dos pontos negativos? Hum, o fato de ter muitas lutas "iguais"! Quero dizer, ok, tinha sempre um diferencial nas lutas e tal, mas sempre a mesma coisa. Fiquei me sentindo meio perdida em meio a tantas, tantas lutas.

Pontos Positivos:
O autor escreve muito bem, e conduz, quase sempre, a história de forme leve e descontraída, mas ao mesmo tempo meio trhiller e eletrizante. O romance de Percy e Annabeth, confesso, estava suuuuper ansiosa pra saber. A parte dos dois pulando no lago é fofíssima! Mesmo assim, concordo com o autor, de por a aventura em primeiro plano.

Pontos Negativos:
Como já comentei, o fato de ter muitas lutas cansa um pouco.

Personagens Favoritos:
Percy: sim, ele é o protagonista e tal, mas também é um (meio) humano, e por isso seus comentários sobre os acontecimentos são ótimos, porque expressa realmente como um garoto de 12/13/14/15/16 se sente.
Annabeth: olha, eu adoro essa garota desde que ela disse que o Percy babava enquanto dormia. Ela é corajosa, sábia, forte e inteligente. Tudo que eu sonho ser, e, além do mais, ela tem o Percy. *-*

Melhor Parte:
1: "Com um grande viva, eles nos carregaram morro abaixo, mas nos mantiveram perto o suficiente para que ficássemos de mãos dadas. Annabeth ria, e eu não pude deixar de rir também, embora meu rosto estivesse completamente vermelho.
Ficamos de mãos dadas até o momento em que nos despejaram na água.
Depois, quem riu por último fui eu. Criei uma bolha de ar no fundo do lago. Nossos amigos ficaram esperando que subíssemos, mas... Ei, quando você é filho de Poseidon, não precisa se apressar.
E aquele foi, sem dúvida, o melhor beijo subaquático de todos os tempos."
(pág 376)
2: "Ela assentiu, embora ainda parecesse inquieta. Eu não a culpava, mas era difícil ficar preocupada demais em um dia bonito, com ela ao meu lado, sabendo que não estava dizendo adeus de verdade. Tínhamos muito tempo pela frente.
-Uma corrida até a estrada? - desafiei.
-Você vai perder. - Ela disparou Colina Meio-Sangue abaixo, e eu arranquei atrás dela.
Dessa vez, não olhei para trás."
(pág 383)


Classificação:
Capa: 5 estrelas
História: 5 estrelas
Narrativa: 5 estrelas
Média: 5 Estrelas

Conclusão:
Olha, a história pode parecer completamente estranha no começo (o que? deuses vivos?), mas a gente já devia ter aprendido que tudo que aprendemos pode ser transformado. Caramba, criamos um novo tipo de vampiro, há 500 novos livros de anjos, e os lobisomens também estão entrando "na onda"! Então, vamos continuar o que, para mim, a J.K. Rowling que começou - a literatura fantástica, mas muito plausível, que você até pensa "Ah, isso não tem nada demais", quando, na verdade, tem sim. Enfim, eu amo essa série, esse livro, tudo. E estou super ansiosa pra comprar o "The Lost Hero".

Conhecendo O Autor:
Rick Riordan nasceu em 1964, em San Antonio, no Texas, onde mora com a mulher e os dois filhos. Durante quinze anos ensinou inglês e história em escolas públicas e particulares de São Francisco. Percy Jackson & Os Olimpianos, série best-seller do New York Times, premiada pela YALSA e pela American Library Association, inspirou a superprodução do cinema Percy Jackson & O Ladrão De Raios (um fiasco :s).

Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Ano: 2010
Págs: 284
Título Original: Percy Jackson 5 - The Last Olympian
Coleção: Percy Jackson E Os Olimpianos, #5

Um comentário:

  1. eu adorei oq vc escreveu!! e eu gostei das mesmas coisas q vc tipo os pontos negativos e positivos, os personagens e as partes favoritas (com certesa foi essa tb)!!
    :D

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.