Na Pilha #15

O "Na Pilha" é um meme aonde eu mostro meus últimos desejos literários (geralmente os Internacionais) que eu acho no Skoob, no GoodReads, na Amazon, no Book Depository, em blogs internacionais e daqui... ;) (Totalmente inspirado no meme de mesmo nome da Carol!)

Pois é, cá estamos na décima quinta edição do NP! Tenho alguns livros que eu realmente necessito ter e, se ainda não comprei, é porque o dólar tá alto (AFFE. Só digo isso ¬¬). E desculpem o atraso nesse post, tive muitos compromissos à tarde, então... Sorry!
Amplified, de Tara Kelly.
Quando Jasmine, uma privilegiada garota de 17 anos, é expulsa de sua casa, ela junta o que sobrou de suas economias e foge para Santa Cruz, em busca do seu sonho de virar uma cantora. Jasmine acha o quarto ideal numa casa em frente ao oceano, mas ela precisa convencer os três garotos que vivem lá que ela é a perfeita colega de quarto e a guitarrista para a banda deles, C-Side. Pena que ela tem um medo de palco gigante e o baixista fofo não pensa que uma garota mimada das colinas pode acabar com isso...
Nessa nova novela por Tara Kelly, autora aclamada pelos críticos, Jasmine descobre o que acontece quando sua vida fica "amplificada" (trocadilho com o título).

Comentários: Tem como não querer ler esse livro, com uma capa arrasadora como essa e uma sinopse que envolve música e músicos fofos?! Sério, eu simplesmente amo livros que envolvam música, porque junta duas coisas que adoro... E a Jasmine parece ser aquela rebelde divertida que eu sempre quis ser, mas que só lendo pra acontecer! hehehe

Pure Red, de Danielle Joseph.
Eu, Cassia Bernard, juro solenemente achar o vermelho puro    minha paixão    nesse verão. A paixão do papai é arte. Quando ele está pintando, ninguém consegue alcançá-lo. A paixão da minha mãe era o oceano. Ela dizia que o oceano te permite ver tudo que você queira ver. Isso foi uma das últimas coisas que ela me disse...
Algumas vezes o que seu coração deseja não é o que ele precisa. Ao longo de um verão quente em Miami, Cassia, de 16 anos, descobre que ás vezes necessita-se de valentões e basquete, uma melhor amiga, e um cara maravilhoso para ajudar você entender o que você realmente precisa    e ajudar você ver que, talvez, nada é tão preto no branco.

Comentários: Ultimamente, livros com um toque mais triste, com um personagem que perdeu um parente (mãe, irmã, pai) está sendo um assunto mais abordados nos livros e vou falar: se todos forem tão bons quanto O céu está em todo lugar, vou querer lê-los todos! Esse também tem uma capa linda e a sinopse... Bem, me deixou intrigada. O que será que Cassia enfrenta para descobrir o que ela precisa?

You Against Me, de Jenny Downham.
Se alguém machuca sua irmã e você é qualquer tipo de homem, você busca vingança.
Se seu irmão é acusado de um terrível crime, mas diz que ele não o fez, você o defende.
Quando a irmã de Mikey diz que um garoto a assaltou, o mundo dele começa a se despedaçar. Quando o irmã de Ellie é acusado pelo crime, o mundo dela começa a ser revelado. Quando Mikey e Ellie se encontram, dois mundos colidem.
Essa é uma forte e firme história da autora best-seller de Before I Die. É um livro sobre lealdade e as escolhas que vêm junto com ela. Mas, acima de tudo, é um livro sobre amor.

Comentários: Honestamente? Depois de ler essa sinopse, tem como você falar que esse livro é chato, desinteressante? Pra mim, vai direto pra wishlist. Desde que eu ouvi alguém falando sobre esse livro (acho que uma das blogueiras internacionais), eu me apaixonei. É um enredo tão diferente, tão difícil de acreditar que seja algo possível mas, ao mesmo tempo, fala sobre algo que todos nós queremos saber as respostas: o amor. Aii... <3.

E vocês? Já conheciam algum desses livros? Ficaram interessados em algum? lembrando que o Book Depository tá com 10% de desconto viu gente e que meu niver é dia 12/11...

Um comentário:

  1. Oi Isa :)
    Já conhecia Amplified e You Against Me. Estão na minha lista de leitura há eras, esperando eu melhorar meu inglês ou alguma editora lançá-los KKKK
    Não sei se Pure Red faz meu estilo.. Não sou muito fã de livros tristes e este me pareceu clichê sabe? Talvez eu esteja enganada, mas não me animei ;p

    Bjs! :*

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.