Book Blogger Hop #43

Esse é  a versão brasileira do Book Blogger Hop que as garotas do Murphy's Library começaram! (a versão original é da Jennifer, do Crazy for Books). A ideia é conhecer um pouco mais sobre a blogosfera!
Como é? Bem simples: quem quiser postar o meme bota o selo do Book Blogger, responde a pergunta da semana e linka o seu post lá no Murphy's Library! Toda semana tem uma pergunta diferente.

A pergunta dessa semana é:
Você considera o país de origem do livro na hora de comprá-lo?
Honestamente? Nem um pouco! Eu penso que eu posso julgar um livro por vários motivos, querer ou não lê-lo por outros quinhentos, mas pelo país do autor? Nem! Eu não tenho problema algum em ler livros de franceses, alemães, americanos, brasileiros, italianos, ingleses... Pelo contrário, diversifica a "origem", e com isso, aprendo diversos costumes, rotinas, etc que jamais teria visto se lesse, por exemplo, só livros de autores americanos. E isso é o mais legal, na verdade... porque cada país, cada estado, até mesmo cada cidade, tem seu jeitinho e o autor, ao escrever, deixa sempre um pouco dele, e com isso, o livro fica ainda melhor. As únicas vezes que eu quero saber da onde o autor/autora é antes de ler o livro é quando o nome dele é muito diferente, atípico. 
E vocês? Se importam com a nacionalidade do livro?

2 comentários:

  1. Algumas vezes eu considero, sim, o país do livro, mas de uma forma totalmente positiva. Por exemplo, se estou a fim de conhecer mais sobre a literatura alemã contemporânea e, na livraria, dentre os livros que me interessarem, houver algum alemão, daria preferência a ele (o famoso juntar a fome com a vontade de comer hehe). Mas em termos negativos isso nunca aconteceu, e acho que nunca acontecerá de eu não me interessar por um livro por causa do país de origem.

    Bj,
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Isa!
    Também não me preocupo com a origem (pais) do livro, o que mais importa é o enredo, o autor e por último, a capa, claro...kkk
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.