[Resenha] Desafio, de C. J. Redwine


Assim que soube que esse livro seria lançado no Brasil, eu fiquei feliz, porque pelo o que eu conhecia, parecia ter uma história. No entanto, só fui conseguir lê-lo um bom tempo depois, quando minhas expectativas já tinham abaixado um pouco.

E não, não me decepcionei. Pelo contrário, eu adorei a história! Narrada pelos dois protagonistas, Rachel e Adam, as coisas se tornaram rápidas, divertidas e interessantes, cheia de acontecimentos surpreendentes e algumas reviravoltas. Tudo começa quando Rachel tem seu pai declarado como morto na cidade onde mora, Baalboden, e acaba ganhando um novo guardião: Logan, o aprendiz de seu pai e sua paixonite de adolescência. Obviamente que as faíscas já voaram ali, principalmente porque ambos os personagens são teimosos, o que deixa tudo ainda mais divertido de acompanhar, como a evolução deles ao decorrer da história.

Confesso que eu, no final das contas, não conhecia muito a história como imaginava. Na verdade, o mundo que Redwine criou, apesar de muito interessante e extremamente intrigante, também causou diversas perguntas sobre o porquê da nossa sociedade ter ido parar naquele estado. Infelizmente, não conseguimos muitas respostas, apenas algumas dicas que, claro só nos causam mais dúvidas. Por ser uma série, só posso esperar que no próximo livro isso se torna mais claro.

Outra coisa que eu não curti tanto na história foi a velocidade com que as coisas aconteciam. Sim, eu adoro livros emocionantes e movimentados, mas achei que por causa dessa correria, muitos acontecimentos do começo do livro, que poderiam ter sido melhor explorados, acabaram ocorrendo rápido demais. Claro que isso nos traz a um ponto positivo: a narrativa, ágil e rápida, daquelas bem gostosas de ler, independente de quem narrasse a história.

Rachel é uma boa protagonista, apesar de algumas bobeiras e inseguranças, e Logan foi um amorzinho durante a história, às vezes até demais - eu gosto do romance presente na história, só achei que ficou exagerado em certos pontos! Aliás, uma das coisas que eu mais gostei sobre o menino do livro: apesar de ele saber se defender e tal, a sua área de verdade é a Ciência, o que ajuda muito em momentos difíceis da história.

Outro ponto muito legal na história é o "vilão": o Comandante. Assim como o mundo que a Redwine criou, esse personagem é rodeado de dúvidas sobre seu passado e quem ele realmente é. No entanto, a autora fez um trabalho excelente mostrando sua crueldade e seus atos de maldade, fazendo com que simpatizar com Logan, principalmente, se tornasse fácil.

Alguns personagens secundários, como os irmãos que Logan e Rachel encontram na floresta, já se mostraram interessantes, e torço para que eles não se tornem meros coadjuvantes na continuação, porque ao que parece, eles também têm um passado bem legal.

Apesar de alguns errinhos de revisão, não há nada que complique o entendimento da história. A capa desse livro, aliás, é maravilhosa, e completamente ligada a história em si - um salve a Novo Conceito que decidiu dar um visual mais clean às suas capas e finalmente colocou o QR code na contra-capa, deixando a capa livre para ser linda sozinha (hahaha!).

Desafio é uma história bem feita, legal e que promete só melhorar. Apesar dos pontos que me deixaram com um pé atrás nesse primeiro livro, não posso deixar de ficar muito ansiosa para poder ler a continuação, que já saiu nos Estados Unidos ano passado e tem o nome de Deliverance (Libertação, em tradução livre).


Autor(a): C. J. Redwine
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 368
Nome original: Defiance
Coleção: Desafio, #1

Um comentário:

  1. Nossa amei!! Vou procurar imediatamente para ler!! rs Bj

    http://blogbaudefeminices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.