[Talking about Movies] E o Oscar 2015?


Pra quem é mais desligado nessa coisa de filmes, pode parecer surpresa, mas adivinhem: hoje é dia do tapete vermelho da premiação mais importante da indústria do cinema! Sim, isso mesmo, o Oscar 2015 será hoje e justamente por isso, resolvi fazer esse post comentando sobre os oito filmes indicados ao maior prêmio da noite: de o melhor filme (duh).

Eu, todo ano, começo a temporada de premiações (pelo menos de cinema) vendo o Golden Globes Awards, que é notoriamente conhecido como um aquecimento para o Oscar e, todo ano, tento ver todos os filmes indicados para o Oscar e o resultado é sempre negativo: mal e mal vejo um ou dois. O caso é: esses filmes geralmente são pesados, de difícil digestão, o que não significa que sejam ruins! Pelo contrário! Por isso mesmo, não dá simplesmente para uma pessoa como eu maratonar e ver todos seguidos, o que acabava me atrapalhando na hora de cumprir a meta.

No entanto, 2015 tá aí pra provar que sim, eu consegui ver todos! Yey!

Com isso, já posso me preparar bem melhor para a grande noite e palpitar com conhecimento. Dos oito indicados, quatro são uma espécie de biografia (A Teoria de Tudo, O Jogo da Imitação, Sniper Americano e Selma), dois me fizeram chorar (Selma e A teoria de tudo) e um eu realmente não gostei (Sniper Americano).

Posso afirmar que, mesmo eu querendo ver alguns outros filmes sendo indicados, achei essa seleção bem legal, na média, porque me fez ver filmes que eu jamais poria os olhos e que, no final das contas, foram bem gostosos. Destaque para O Jogo da Imitação, Selma e Boyhood como as três surpresas, para mim: achei que seriam filmes chatíssimos, mas acabei curtindo, principalmente o último, que mesmo sendo longo, é muito fácil de se entreter.

Falando sobre os outros quatro filmes: A Teoria de Tudo é lindo, incrível! A atuação do Eddie Redwine merecia um Oscar, mas a competição, tanto nessa categoria quanto na de melhor filme, tá forte. Birdman é bem interessante, problemático e difícil de digerir, o típico filme que a Academia ama indicar, com uma direção muito diferente. Whiplash é outro queridinho meu da lista! Também é problemático, mas daquele jeito que nos deixa grudados na cadeira e com o coração acelerado. 

O grande hotel Budapeste, apesar de ser o mais "leve", tem uma direção e fotografia lindíssimas. Por último, temos o típico filme de guerra que americano ama fazer, ama assistir, e ama mais ainda premiar: Sniper Americano. Mesmo tendo o Bradley Cooper como protagonista, achei o roteiro falho e mensagem, em tempos de um clima tenso entre Ocidente e Oriente, mesmo que não proposital, perigosa, porque acaba sendo uma ótima propaganda "pró-guerra". Desculpa, Clint Eastwood, eu gosto de você, mas dessa vez... não deu.

Eu pensei em fazer uma review mais detalhada sobre cada filme, mas né, não achei muito necessário, porque queria só pincelar o que achei de cada um e, se eu fosse apostar em quem levaria o prêmio, Birdman seria o escolhido (mesmo que, cá entre nós, eu ficaria feliz se qualquer um menos Sniper Americano levasse, como Whiplash ou A Teoria de Tudo ou Boyhood, este sendo um que pode barrar as vitórias de Birdman).

Pra quem ficou curioso, aqui tem uma lista com todos os trailers do filme e aqui um link super legal onde crianças (sim, isso mesmo!) recriam cenas dos oito filmes. Fofura. Ah, e se você também já se perguntou quem escolhe os indicados e os vencedores do Oscar, esse post do Café Radioativo explica certinho.

Agora, o mais importante, quem vocês acham que leva? Se animaram pra ver a premiação ou algum filme indicado? Sentiram falta de quais?

Acompanhe o blog nas redes sociais!

0 viajantes:

Postar um comentário

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.