[Resenha] Teia Virtual, de Carlos Eduardo R. Bonito (book tour)


Faz um tempinho que li esse livro, mas por causa dos meus *momentos preguiça*, eu não tinha postado a resenha (e o livro, coitado, ficou lá em casa, esperando). Mas finalmente estamos aqui e espero que gostem da resenha \o/.

É uma história bem atual, acho que isso é meio óbvio já que tem como tema central o mal uso da Internet, que ocasiona - muitas vezes - em pessoas feridas, magoadas e até mesmo mortas. O livro começa contando alguns casos de pessoas emocionalmente instáveis, que procuram na internet um refúgio de seu mundinho chato, conhecendo lá pessoas como ela (aparentemente). E acabam todas se tornando assassinas, mas ao mesmo tempo, vítimas. Vítimas de quem? Da própria sociedade, que prega que tudo pode? De uma mente doentia? De si mesmas?

Ele te prende. Pelo menos, me prendeu. Fazia tempo que eu não ficava animada em relação a algum livro e esse fez a minha “meio que” ressaca passar (temporariamente). O autor foi muito bom em relação a parte policial, eu sempre queria ler mais, descobrir o que iria acontecer, se conseguiriam prender o ser abominável por trás de todos aqueles casos que os promotores e advogados de defesa conheciam... Eles próprios se envolveram, sendo que há um grupo central - que até já devo ter comentado em algum Essa semana que gostei bastante, sendo eles: Beth, Helena, Álvaro e Alexandre (todos são advogados, tirando Álvaro, que é meio-irmão de Alexandre, mais novo).

Mas um dos pontos negativos foi a narrativa, que é contado - em partes - pela perspectiva de Alexandre, mas quando contam os casos, são os "assassinos" que falam. E algumas partes, o serial killer. E isso confunde. Demorei algumas linhas para lembrar quem é que estava narrando, mas nada muito "Ai meu Deus, eu não entendi lhufas disso!". E outra coisa que eu achei estranha foi que há uns quatro casos (não lembro direito o número, mas deve ser mais ou menos isso) e em dois deles há personagens com o mesmo nome! Eu nunca tinha visto disso e acho que o autor poderia ter optado por mudar, nem que um fosse "João" e o outro, "Matheus". Quanto a revisão, ela pecou, com falhas de digitação - encontrei letras soltas, como "Eu a vi correndo pela rua. ç" - e alguns errinhos básicos de pontuação; nada que mate a história, está certo, mas pode tirar a concentração do leitor ;). Enfim, recomendado! Admiradores de suspense, romance policial e parecidos, irão adorar!

Nota geral: 9,0 (ou 4 estrelas)

Autor(a): Carlos Eduardo R. Bonito
Editora: Literata
Ano: 2010 (Brasil - nacional)
Págs: 260
Nome original: -
Coleção: -





Selo brasileiro

3 comentários:

  1. Não conhecia e me interessei, entra na fila.
    Realmente esse tema - internet - é tudo...rs

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro.. Parece ser até interessante, mas não é meu tipo de leitura ;z

    =*

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.