[Resenha] Jane Austen: a Vampira, de Michael Thomas Ford


Well, eu ganhei esse livro na promoção de 6 meses do Dear Book, apesar de já conhecer faz tempo e ter um certo interesse em lê-lo (mas acho que nunca o teria, se não tivesse ganhado), então meio que eu comecei a ler por um puro acaso e fiquei um bom tempo depois sem ler, meio que numa "ressaca" literária (muito conhecida pelos bookaholics, né?), mas, enfim, eu o peguei um dia e no dia seguinte já tinha terminado.

A história começa nos apresentando Jane Fairfax, ou, melhor dizendo, Jane Austen, que tem uma livraria e uma ajudante (que não sabe que ela é uma vampira), Lucy (que é uma das melhores personagens do livro #fato). Tudo começa quando um editor finalmente resolve publicar seu livro, Constance, e ela fica super animadinha - mentira muito bem contada pro livro ficar melhor - , mas não conta pra ninguém. A cada começo de capítulo, tínhamos um pequeno trecho desse livro e acabei ficando com vontade de lê-lo - se é que realmente existe... Enfim, já mudei completamente de assunto, mas é basicamente assim: ela vive naquela pequenina cidade - Brakston, acho - há tempos e há um cara, Walter, que realmente gosta, mas ela não quer nada sério, pois - meu Deus, isso é óbvio - é uma VAMPIRA! No meio dessa história, aparece o Lord Byron, que tem, let me see, uns 5 nomes no mesmo livro, e que quer que ela volte para ele ou senão ela vai atrás de Walter e Lucy (as duas pessoas que ela mais se importa). Ela, muita astutamente, consegue enganá-lo, fazendo com que ele se vá.

Anyway, seu livro se torna um tremendo sucesso e ela não consegue acreditar nisso, porque ela não é publicada há séculos - nesse caso, realmente. Então, durante uma daquelas reuniões de escritores que todos nós nos mataríamos para entrar de penetra, chega uma moça, uma blogueira, na verdade, a única que não gostou seu livro - ela só não gostou do livro porque ela mesma não sabe escrever direito - e a chantageia, dizendo que tem como provar que Constance é plágio, e, de quem mesmo? É isso, Charlotte Brontë, a irmã da Emily Brontë (de O morro dos ventos uivantes), que era uma grande adversária - não porque as duas tinham vivido na mesma época e sim por causa dos livros que escreveram e blah, blah blah... Uma típica richa de escritoras. No entanto, nesse mesmo encontro, ela reencontra o LB, que na verdade é uma famosa escritora de livros chick-lit. Nesse ponto, as coisas correram rápido demais. Num momento, ela estava tentando roubar o manuscrito da Charlotte e depois essa já tinha morrido/sumido. 

Mesmo assim, eu curti o livro, tem umas passagens bem engraçadas e alguns personagens bem legais. Foi um livro bom, de 3 estrelinhas, e eu me diverti às vezes. É simplesmente isso: bom. Não espere encontrar um livro maravilhoso, mas sim um passatempo de alta qualidade.

P.S.: desculpem-me pela resenha ruinzinha.

P.S. 2: amei a capa brasileira! Bem melhor que a americana - que parece livro de banca - mas o nome fica bem mais divertido em inglês.

Pontos positivos: divertido, com bons personagens e um enredo relativamente bom.
Pontos negativos: a pressa que acontece em certas partes.

Personagens favoritos: Lucy, sempre dando vida ao livro.

Classificação:
Capa e design gráfico: 9,0
História: 8,5
Narrativa: 8,5
Personagens: 8,0
Final: 8,0
Nota geral: 8,4


Playlist:
Why Can't I - Liz Phair;
It's Alright, It's Ok - Ashley Tisdale;
Who I Am - Nick Jonas;
Much Better - Jonas Brothers.


Passagens favoritas: (estou sem o livro, então quando estiver com ele, edito).

Autor(a): Michael Thomas Ford
Editora: Lua de Papel
Ano: 2009 (original) / 2010 (Brasil)
Págs: 303
Nome original: Jane Bites Back: a Novel
Coleção: -

2 comentários:

  1. Putz..
    devo confessar, não entendi mt bem a resenha pq o livro parece uma trama tão cheia de reviravoltas! Huahua Jane, Charlote e esse Lord de mil nomes! Ai que loucura!
    Sim a capa daqui é mais linda mas o nome engraçadinho foi perdido na tradução!
    Ah e amei a trilha sonora! rs

    bjs
    Hey Evellyn!

    ResponderExcluir
  2. Nossa que perfeitoooooooo esse livro,parabéns pela resenha amei!

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.