[Resenha] Fingindo, de Cora Carmack


*Se você quiser conferir, aqui tem a resenha de Perdendo-me, a companion novel desse livro!

Eu tive uma experiência ok com Cora Cormack no primeiro livro dessa série, então eu estava obviamente animada para a continuação, ainda mais porque tinha ouvido algumas pessoas falando coisas boas sobre ele. Além disso, a própria premissa da história me atraía: sou super fã de casais de opostos, e tem casal mais de opostos que esses dois protagonistas? Hahaha, pois é.

Lembram do Cade, aquele menino que era apaixonada pela Bliss no primeiro livro? Ele cresceu e apareceu, ganhando um livro só pra si, e claro, seu par, Max. Cade é um cara que foi correto e bonzinho a vida toda, mas não aguenta mais, porque até agora só quebrou a cara por causa disso, e ainda tenta se recuperar do coração quebrado que Bliss causou ao se apaixonar por outro. Na outra ponta, temos Max, uma menina rebelde, sem papas na língua, que abandonou a faculdade para seguir seus sonhos de cantora. Os dois claramente não pertencem a mundos próximos, mas por um ~acaso do destino~, acabam se esbarrando e, em poucos minutos, fazem um acordo para que Cade finja ser o namorado de Max enquanto seus pais, que estão na cidade de surpresa, a visitam.

Fingindo é um daqueles livros que começam bem, divertidos e prometendo ficar melhores com o decorrer das páginas. Assim como no outro livro, a narrativa aqui ainda é bem gostosa e gostei bastante dos personagens principais. O problema? O mesmo que o primeiro. Parecia que, após alguns capítulos, o fôlego do livro acabava, com algumas repetições e um final que, infelizmente, não me agradou muito. É difícil compará-lo com Perdendo-me, mas num geral, acho que gostei mais desse segundo, mesmo com esses probleminhas.

O casal tem, de fato, muita química! Era impossível vê-los suas cenas juntas e não falar "fiquem juntos logo!", mas cada um tem sua própria bagagem, cheia de confusões e sofrimentos do passado, principalmente Max, que, como toda personagem durona, por trás tem uma história muito mais complicada do que a superfície demonstra. Fiquei curiosa com o mistério acerca sua família que é aos poucos construído no texto e me senti em seu lugar depois que ele finalmente é revelado, o que foi algo a mais na história.

Contudo, e eu sei que isso varia de pessoa para pessoa, achei que também tivemos altas doses de melosidade nesse livro. Eu gostei do casal, ok, mas como a narrativa era feita por eles mesmos, algumas vezes eu me via pensando: "meu Deus, eles são tão grudentos", ainda que a princípio eu nem imaginasse que eles fossem assim. Mesmo Max, toda durona, me irritou em certos momentos, sempre se perguntando se estar com Cade era o certo, se ele não iria machucá-lo ou, pior, se ela não o machucaria. Isso era uma constante na narrativa da garota, o que acabou me irritando, porque ela simplesmente punha tão pouca fé em si mesma e no amor que sentia que nem queria se arriscar.

Um diferencial que eu curti sim foi o destaque para a parte musical, que ambos curtem muito, que o livro possui. Foi graças a esse lindo livro que descobri uma música que amo, chamada Portion for Foxes, que vocês deviam muito ouvir e combina bem com o relacionamento dos dois. Isso me fez querer saber mais sobre o futuro da Max na música, afinal ela é muita talentosa e só precisava de uma oportunidade.

O que eu realmente achei meio corrido e não tão bem feito foi o final. Nós tínhamos uma super tensão com relação a história da família de Max, que contudo foi resolvida de uma maneira simplista e em, o quê, um capítulo, com um fechamento que eu, particularmente, achei fraco, porque eu queria algo mais real, mesmo que não fosse tão "perfeito".

Como uma leitura que entretém, Fingindo funciona bem. Como uma história bem planejada, nem tanto, mas se você gostou do anterior, acho que vale a pena continuar a ler porque eu sempre gosto de conhecer personagens secundários de histórias que eu já gostei.

3 roupas jogadas no chão

Autor(a): Cora Carmack
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 336
Nome original: Faking It
Coleção: Losing It, #2

0 viajantes:

Postar um comentário

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.