Top Ten Tuesday #1: Livros para quando você quer algo leve e divertido.


Meme criado pelo blog The Broke and the Bookish, conhecido como Top Ten Tuesday (Terça Top 10), em que toda terça-feira existe um tema e dez livros escolhidos! (resumo: Garota que Lê)

Oi, gente! Sim, uma coluna nova, yey!
Eu já queria postar essa coluna há um tempão, na verdade tinha pensado até mesmo em fazer um vídeo, mas vocês sabem como é, vídeo tem que editar e tudo o mais, o que leva uma infinidade de tempo, o que eu, normalmente, não possuo. Por isso, resolvi que, quando der, eu farei uns vídeos, mas essa primeira edição vai ser escrita mesmo. E o tema, ah, ele é tudo de bom.

Livros para quando você quer algo leve e divertido.



(sem ordem específica)

1) Ainda não te disse nada, de Maurício Gomyde. É um livro adorável, que te faz se sentir bem com a vida e acreditar no amor e em suas coincidências. Resenha aqui!

2) Anna e o beijo francês, de Stephanie Perkins. Sei que esse livro já apareceu nas listas de muitos outros blogueiros, mas, ah, Anna é amor. Tem coisa melhor que Paris, um romance lindo e uma protagonista divertida? Resenha aqui!

3) Between the Lines, de Jodi Picoult e Samantha van Leer. Esse livro, que li esse ano, não é muito conhecido, mas é um que merece muito estar nessa lista. Pra começar, a história conta a vida de uma menina apaixonada por um conto de fadas. Fofura? Aos montes.

4) Hex Hall, de Rachel Hawkins. Esse livro não é só divertido, não é só leve, tem mais conteúdo até, mas a áurea mais forte que ele possui é de divertido mesmo. Nossa protagonista, Sophie, é uma menina bem sarcástica e engraçada, narrando diversos fatos com uma visão muito legal.

5) It Started With A Dare, de Lindsay Faith Rech. Ok, eu não podia passar essa lista sem colocar esse livrinho lindo. Já até comentei na resenha, mas é um livro que, apesar de não ter um plot revolucionário, é muito gostoso de ler. É exatamente o que essa lista quer. Resenha aqui!

6) Perdida, de Carina Rissi. Outro livro com uma protagonista adorável e um romance melhor ainda, esse aqui também te garante muitas risadas. Sofia (sim, mais uma) é uma garoto do século XXI que vai parar no passado. Confusões? Muitas. Risadas? Mais ainda!

7) Qual seu número?, de Karyn Bosnak. Sei que muito gente não curtiu tanto assim esse livro, mas a Delilah é uma protagonista tão louca que eu tive que colocar na lista. Além disso, eu me diverti horrores lendo as aventuras em que ela se mete. Resenha aqui!

8) The Ghost and the Goth, de Stacey Kade. Uma típica história de garota popular encontra garoto antissocial, mas com um pano de fundo muito interessante: a garota popular está morta e o antissocial é o único que consegue vê-la. Além disso, os problemas que cada um enfrenta são muito bem escritos sem, no entanto, perder o ar leve. Resenha aqui!

9) Tweet Heart, de Elizabeth Rudnick. Não sei vocês, mas TH é amor amor amor no meu coração. Personagens lindos, história amarradinha, tudo muito fofo. Se você não terminá-lo com um sorriso no rosto... Well, alguma coisa está errada, hahaha. Resenha aqui!

10) Como se livrar de um vampiro apaixonado, de Beth Fantaskey. Já li esse livro há um tempinho, mas nem por isso ele deixou de estar no meu coração como uma ótima diversão. Tenho muita vontade de relê-lo porque, apesar de se tratar de vampiros, a forma como a Beth conta faz você amá-los novamente. Resenha aqui!

E vocês? Quais são os livros que poriam nessa lista? Comentem! :)

4 comentários:

  1. Bem legal o top...

    ResponderExcluir
  2. Adorei a coluna! Eu só li 2 dos livros da lista, Anna e Qual é o seu número? e gostei muito dos dois.
    Só faltou Sophie Kinsella nessa lista, acho ela é a rainha dos romances leves e engraçados.

    ResponderExcluir
  3. É que eu nunca li Sophie Kinsella, senão tenho certeza que estaria aí, só pela quantidade de elogios que ouço!
    E procure ler os outros livros, eles são tuuuuudo de bom <3.

    ResponderExcluir
  4. Vou tentar ler sim. E você leia Sophie, é muito bom!

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.