Na Pilha #28


O "Na Pilha" é um meme aonde eu mostro meus últimos desejos literários (geralmente os Internacionais) que eu acho no Skoob, no GoodReads, na Amazon, no Book Depository, em blogs internacionais e daqui... ;) (Totalmente inspirado no meme de mesmo nome da Carol!)

Boooom dia, gente! Todo mundo curtindo bastante o feriado? Eu estou, com o bônus de que, finalmente, terei um intervalo nas provas! Duas semanas sem nada, finalmente. Fiquei duas semanas sem fazer o NP porque eu sempre esquecia/estava ocupada, já que as duas últimas semanas tive provas todos os dias (final de trimestre, né). Mas estou de voltaaaa! Agora, vejamos os livros em português que mais quero ler.

Deslembrança, de Cat Patrick.
Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.

Por que quero ler? Além de ter essa capa linda (muito mais bonita que a original), eu já conhecia esse livro lá fora e já achava bem interessante esse enredo. Me lembrou aquela comédia romântica, Como se fosse a primeira vez, só que sem a parte fofa engraçada, algo mais tenso e misterioso. A vida da London deve ser muito interessante de conhecer, afinal, viver na base das memórias de outras pessoas e bilhetes não deve ser fácil! E, a grande questão, por que ela é assim??

Fazendo Meu Filme 4: Fani em busca do Final Feliz, de Paula Pimenta.
“O destino pode ser cruel, como sua cartomante disse. O amanhã pode não existir, como escrevem os poetas. O mundo pode até acabar, como os cientistas preveem. Mas nada vai ter força para apagar o meu sentimento. Você pode ir para longe, se esconder, sumir. Mas eu vou continuar te amando. Para sempre.” Depois de uma ríspida separação, Fani e Leo agora têm que seguir caminhos diferentes. Porém, as juras de amor feitas no passado deixaram marcas profundas em seus corações, e, mesmo anos depois, eles ainda sentem as consequências daquele trágico dia. Será preciso mais um encontro, para que eles possam finalmente entender o que houve e libertar um ao outro? Ou será que isso devastaria ainda mais o seu destino? Acompanhe os apaixonantes personagens de Fazendo meu filme no livro final da série best-seller que conquistou milhares de leitores e leitoras em todo o Brasil. Não perca o desfecho dessa emocionante história de amor e prepare-se para torcer muito pela nossa querida Fani, nas cenas finais da sua busca pelo merecido final feliz.

Por que quero ler? PORQUE É O ÚLTIMO LIVRO DE FMF!!!! E eu amo demais essa série! Ela é fofa, divertida, dramática, engraçada, tudo junto e sem ficar boba ou previsível. Li o terceiro livro, que tinha umas 400 páginas, em uns dois dias, porque eu simplesmente não conseguia parar, a narrativa da Fani é ótima. E, para me animar ainda mais, tem essa capa super fofa roxa (seguindo o modelo dos outros volumes) e muitas páginas    mais que 500, se não me engano. Paula Pimenta é minha autora favorita nacional (considerando que adoro muitas autoras nacionais, não é tão pouca coisa), então tenho certeza que ela não irá me decepcionar no fechamento da saga mais fofa do Brasil! (e as primeiras páginas liberadas são demais)

Garotas de Vidro, de Laurie Halse Anderson.
Lia e Cassie são amigas há anos, ambas congeladas em seus corpos. No entanto, em uma manhã, Lia acorda com a notícia de que Cassie está morta, e as circunstâncias de sua morte ainda são um mistério. Não bastasse isso, Cassie tentara falar com Lia momentos antes, para pedir ajuda. Lia tem de lidar com o pai, que é um renomado escritor, sua madrasta e a mãe, uma cardiologista que vive ocupada, salvando a vida dos outros. Contudo, seu maior tormento é a voz dentro de si mesma, que não a deixa se esquecer de manter o controle, continuar forte e perder mais, sempre perder mais, e pesar menos. Bem menos.

Por que quero ler? Porque estou curiosa com esse livro desde que descobri o original, Winter Girls. Porque só ouço elogios da galera de fora. Porque a capa é perfeita demais e passa exatamente a sensação que, na minha opinião, deveria passar. Porque a história toca num ponto fraco da sociedade que não vemos muito. Porque o primeiro capítulo me capturou a atenção. Todos esses motivos me fizeram dar um gritinho feliz quando vi que a) A NC iria trazer pra cá! b) Ela manteve a capa original!. Parece ser um livro bem triste, mas muito bonito também. E eu gosto muito desse tipo de livro... Talvez não seja um livro leve e feliz, mas também é interessante.

E vocês? Curtiram algum dos livros de cima?? Comentem!

2 comentários:

  1. Garotas de vidro deve ser muito bom, espero que eu receba logo para eu devorar ele rsrrss.
    Beijos

    Bru
    www.viagem-imaginaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Também estou louca pelo Deslembrança! Fazendo meu filme, acredita que nao li ainda nenhum? hehehe

    Beijos.
    @r_reapeer
    www.faseadolescentee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.