Capítulo 2014

2014
Original
Eu estive pensando no que eu queria para 2014. Mas pensar de verdade, do estilo que faz você filosofar e daí entrar em pânico porque sua vida está, repentinamente, seguindo muito rápido e você tem medo de não correr veloz o bastante para alcançar o trem antes dele partir.

Pois é. Mas então, eu me acalmei, ouvi uma música do Ed Sheeran e resolvi escrever esse texto, pra animar vocês sobre como esses 365 dias podem ser bons, ainda melhores que os anteriores.

Mas quer saber? A minha meta desse ano é simplesmente desapegar do que não me faz bem, do que não acrescenta nada de bom na minha vida. E simplesmente tentar ser feliz. Porque tantas vezes eu tento me comprometer com mais coisas do que consigo e acaba sendo um desastre total! E eu simplesmente não aguento mais isso, assim como as pessoas que contam comigo provavelmente não gostam também.

hope | via Tumblr
Original
Então, como minha mãe já me disse várias vezes, às vezes você tem que escolher o que gosta de verdade. E é isso a minha meta: eu vou me comprometer com as coisas que realmente são importantes para mim e vou encará-las por completo.

E é isso que eu falo pra vocês. Desapeguem, sigam em frente, sorriam, aproveitem esse ano como se não existisse um 2015. E que todos vocês tenham um excelente 2014, assim como suas famílias e seus amigos.

P.S.: Como *alguns* de vocês talvez saibam, esse é o meu último ano do colegial. Então, infelizmente, meu tempo livre vai cair pela metade, afinal, vestibular/escola/pressão/ataques de pânico ocupam um bom tempo dele. Mas não se preocupem, farei o meu melhor.

0 viajantes:

Postar um comentário

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.