[Resenha] Olho por Olho, de Jenny Han e Siobhan Vivian


E aqueles livros que você não dá nada e acabam virando um dos que você mais gostou no ano? Tenho vários desses, e Olho por Olho me ganhou desse jeito, também. Vou confessar que eu já estava um pouco curiosa por causa da história, porque eu já tinha ouvido falar bem vagamente do livro lá no Goodreads, mas não era nada gritante. Além disso, ambas as autoras eu já tinha lido livros, mas nada que me fizesse amá-las e coloca-las nos meus “tops de todos os tempos”.

Então, como quem não quer nada, eu comecei a ler... Foi numa época ruim para as minhas leituras, eu estava empacada com as coisas da escola, com uma ressaca quase permanente literária e tal. Então, numa tarde eu devorei o livro, e só parei a leitura pra marcar os quotes e porque tinha aula de teclado. Vocês não têm noção há quanto tempo isso não acontecia comigo!!! /happy dance/

“Hoje falei para aquela garota no banheiro que Reeve ia ter o que merecia, que o carma não falha. Eu estava falando sério naquela hora, mas agora não tenho tanta certeza. Quando foi que Rennie pagou por tudo de ruim que fez comigo? Nunca. Estou cansada de esperar pelo carma. O carma que se dane.” (pág. 94)

Então, a história é basicamente: três meninas, cada uma com uma personalidade bem diferente, se reúnem para se vingar de pessoas que a fizeram sofrer, porque estão cansadas de ficarem paradas verem essas pessoas andarem por aí se sentindo as maiorais. Quem são elas? Mary, uma loira, com um trauma da infância, Kat, uma morena perigosa do grupo, que foi vítima de uma série de boatos mentirosos que a cercam até hoje, e Lillia, uma menina asiática popular, mas com alguns problemas com seus próprios “amigos” e que quer proteger sua irmã.

Assim sendo, o livro é dividido nas narrativas das três meninas e é impossível não se interessar com a vida delas na pacata Ilha Jar. Cada uma delas tem uma história bem diferente, objetivos diferentes, mas é legal conhecer cada uma delas mais de perto e ver que, como sempre, as aparências são só isso – uma máscara sobre o que você realmente é.

“Nunca uso óculos escuros. Não quero fazer tudo parecer mais escuro do que já é. Quero que fique tudo iluminado o máximo possível.” (pág. 105)

Não consegui eleger uma favorita, mas pode-se dizer que me surpreendi, porque Kat, que eu pensei que me irritaria com seu comportamento mais rebelde, foi uma das que mais gostei. As três são tão diferentes que é difícil mesmo você escolher apenas uma.

Além disso, uma das coisas que eu também gostei foi o cenário em que tudo se passava, que é a ilha Jar. É um lugar interessante, cheio de contrastes, pessoas fugidas e pessoas querendo fugir dali. Gostei bastante.

Porém, a única coisa que eu posso dizer de negativo é: a enrolação. Não é uma enrolação desagradável, porque eu adorei ler o livro, mas demora um tempinho para as coisas começarem a pegar fogo (referência ao título original, Burn for Burn). Isso me irritou? Bem, lá pelo final, quando eu comecei a achar que não daria tempo para fechar as pontas, sim. Mas num geral, é uma das melhores enrolações que eu já li (HA).

“- Ninguém pode jamais saber o que vamos fazer. O que fizemos juntos viverá e morrerá conosco. (...) E, se vamos mesmo fazer isso, ninguém pode desistir na metade do caminho. Se for pra entrar, é para ir até o fim. Até nós três conseguirmos o que queremos. Senão, bem.. você pode se considerar a caça. A estação de caça vai abrir, e nós teremos muita munição para usar contra você. Se você não puder jurar que irá até ao fim, então é melhor fingir que esta noite não ocorreu.” (pág. 122)

Aliás, esse livro me surpreendeu ao colocar um elemento sobrenatural que eu totalmente não esperava... Não vou entrar em detalhes, mas achei legal, apesar de, por causa justamente da enrolação, não ter sido muito desenvolvido.

Eu gostei bastante da história, dos personagens, do desenvolvimento, então recomendo muito pra vocês! É o primeiro livro de uma série (só fiquei sabendo isso depois que o livro acabou sem pé nem cabeça, haha!), cuja continuação, Dente por Dente, já saiu aqui no Brasil e em breve terá resenha. Se você gosta de surpresas, vingança de adolescentes com uma pitada meio macabra e sobrenatural, vai adorar Olho por Olho.

P.S.: Fazendo essa resenha, me deu uma vontade de reler esse livro! Hahaha!


Autor(a): Jenny Han e Siobhan Vivian
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012 (original) - 2013 (Brasil)
Páginas: 358 (original) - 320 (Brasil)
Nome original: Burn for Burn
Coleção: Olho por Olho, #1

0 viajantes:

Postar um comentário

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.