Talking about Movies: Comer, Rezar, Amar




Sinopse: Liz Gilbert (Julia Roberts) tinha tudo o que uma mulher moderna deve sonhar em ter – um marido, uma casa, uma carreira bem-sucedida – ainda sim, como muitas outras pessoas, ela está perdida, confusa e em busca do que ela realmente deseja na vida. Recentemente divorciada e num momento decisivo, Gilbert said a zona de conforto, arriscando tudo para mudar sua vida, embarcando em uma jornada ao redor do mundo que se transforma em uma busca por auto-conhecimento. Em suas viagens, ela descobre o verdadeiro prazer da gastronomia na Itália; o poder da oração na Índia, e, finalmente e inesperadamente, a paz interior e equilíbrio de um verdadeiro amor em Bali. Baseado no best-seller autobiográfico de Elizabeth Gilbert, Comer, Rezar, Amar prova que existe mais de uma maneira de levar a vida e de viajar pelo mundo.
Gênero: romance, comédia.
Ano: 2010 (Brasil) - 2010 (EUA).
Classificação: 3 estrelinhas (bom)

-*-*-

Tudo começa com Liz, uma escritora, resolve se divorciar - o que acaba sendo bem mais complicado do que ela pensava, pois seu ex-marido não quer assinar os papéis. Enquanto isso, ela se envolve com um cara mais novo (lindo *-*), David, mas também acaba não dando certo. Finalment, ela resolve dar um tempo "para se achar" e passar um ano fora, justo quando seu marido finalmente resolve assinar os tais papéis. Ela irá primeiro a Itália, em seguida, Índia, e, finalmente, Bali. O título já é um mega spoiler, pois é só juntar dois mais dois pra sacar o que irá acontecer em cada lugar (Itália = comer, Índia = rezar, Bali = amar), mas, mesmo assim, a história é assim... bonitinha. Eu adorei a Itália e Bali, pois nesses dois lugares lindos de morrer ela - Liz - faz ótimas amizades e conhece pessoas maravilhosas. Já na Índia, ela se fecha num santuário (não sei ao certo o nome, ok) da guru de David, seu ex, e acaba só conhecendo duas pessoas: um senhor divorciado que está lá querendo se perdoar e uma jovem que irá se casar, segundo a tradição da família, com um homem muito rico. Mesmo assim, é legal essa parte, pois é quando a vida dela parece mais "cair aos pedaços", de maneira realista. E, ah, a Itália... Eu não comentei sobre ela, mas é uma beleza a parte. Lá ela conhece uma sueca, seu namorado, além de italiano metido ao engraçado. Ahh, me deu ainda mais vontade de conhecer Roma, Nápoles, etc... *-*. E, por fim, Bali, que também é lindíssima. Lá ela conhece o Felipe (hahahaha, morri de rir ao ouvir elas falando o nome dele ;P), interpretado pelo falso brasileiro que na verdade é espanhol Javier Bardem. E isso eu não perdoo!, um cara também divorciado, pelo qual se apaixona (ah vá, achei que o "amar" do título era pro guru...), e aonde também é mais feliz. Ela vai lá principalmente pra reencontrar um velho guru (que é o meu personagem favorito). Eu gostei do filme, mas, sei lá, não tem nada de mais. Já ouvi vários elogios do livro, então, espero que, quando for lê-lo, goste mais.

Trailer:

Ah, é, eu não podia esquecer: See you later, aligator! *-*

0 viajantes:

Postar um comentário

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.