[Resenha] A hora secreta (Midnighters #1), de Scott Westerfeld.


Esse foi meu primeiro livro do Scott \o/ e o primeiro livro da iD que li. Ou seja: eu não conhecia nenhum dos dois. Esse livro em particular estou querendo desde Novembro, mas, mesmo assim,  não tinha criado expectativas enormes ou coisa assim. Simplesmente achava que iria gostar, que seria bom e tal. Devo ter lido, no máximo, umas 2 resenhas antes de ganhá-lo.

Enfim, a história começa quando Jessica Day se muda para Bixby, uma cidadezinha sem graça no meio de Oklahoma (não pude deixar de lembrar de HoN...), onde conhece algumas pessoas bem estranhas, como Rex, Melissa e Dess (minha personagem favorita, mesmo não tendo nada em comum com ela =D), além de Jonathan, que, obviamente, vira seu par romântico (isso nem é spoiler direito, ok, é super óbvio assim que ele aparece na história). Eles são os midnighters: pessoas que nasceram às 00:00 e, que por algum acaso do destino, quando bate a meia-noite em Bixby, o mundo "para" e só eles - e bichos muito malucos - conseguem se mexer. E Jessica é um deles.

Well, eu gostei do livro, foi bem legal, mas... Não gostei (mas não odiei, ficou "morno") da Jessica, achei ela muito... Sem sal, sabe? Não foi uma personagem marcante nem nada. Graças a Deus o livro é em terceira pessoa, então não tinha que ficar ouvindo seus pensamentos idiotas (estou meio mau humorada fazendo essa resenha, sorry). A única personagem que realmente gostei foi Dess, que tem personalidade, é divertida, é viva! Mas, como já devo ter comentado, o livro, pra mim, foi completamente sem meio... Sabe quando você não tem ideia aonde a história vai parar? Just like that. Eu demorei umas 100 páginas pra me acostumar. Não foi totalmente ruim, só me senti meio... cega. Não estou morrendo pela continuação, mas torço para que apareça mais personagens como Dess ou que Jessica seja mais presente.

P.S.: só quero finalizar dizendo que não gostei muito da tradução. Achei vários erros irritantes e algumas falhas medianas.

Primeira frase do livro: "Os corredores do colégio Bixby estavam sempre horrivelmente claros no primeiro dia de aula."

Pontos positivos: a criativida de Scott... É boa, muito mesmo. Não que a história de "parar o tempo" seja novidade, mas o jeito que ele contou... *-*.

Pontos negativos: os personagens principais não foram muito marcantes, não do tipo que você se lembra quando está escrevendo seus bonzinhos/malvados favoritos. E, well, eu me senti meio perdida.

Personagens favoritos: Dess (um gênio, divertida e espontânea. =D).

Classificação:
Capa e design gráfico: 9,0
História: 9,0
Narrativa: 9,5
Personagens: 8,0
Final: 9,0
Nota geral: 8,9

Playlist:
Find Your Self - Everlife;
Wake Up America - Miley Cyrus;
Time To Me To Fly - Jonas Brothers;
Brick By Boring Brick - Paramore.


Conhecendo o autor:
Scott Westerfeld nasceu no Texas, mas agora divide seu tempo entre as cidades de Sydney, na Austrália, e de Nova York *-*, nos Estados Unidos. Ele é autor de cinco livros de ficção científica para adultos e de três séries para adolescentes, das quais Midnighters foi a primeira, e é também autor de best-seller Feios. Saiba mais no site dele.



Partes favoritas (em preto sem spoilers, em laranja com spoilers. Fiquem atentos, hein?):
1: "Ele deu de ombros.
- Isso não é nada. Tem pássaro que come seu próprio peso corporal a cada hora.
- Desculpa, não tinha percebido suas penas."
pág 59

2: "Se Rex te disser para saltar de um penhasco... - ele começou.
- Jonathan - falou ela, rindo -, seria você quem me diria para saltar de um penhasco.
Jonathan sorriu.
- Provavelmente. Mas eu me jogaria com você."
pág 258

Autor(a): Scott Westerfeld
Editora: iD (Moderna)
Ano: 2010 (Brasil) / 2004 (original)
Págs: 350
Título Original: Midnighters - The Secret Hour
Coleção: Midnighters, #1

8 comentários:

  1. Ahh
    eu vou ler esse livro num BT que to participando... To bem curiosa, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha tb! Não espero mt, mas espero que me supreenda!
    Hahha não ter ideia de onde a historia vai dar pode ser ate bom né...rs
    adorei o trecho 2! fofo rs
    Bjs
    Evellyn - heyevellyn.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É um fato que a arte e designer da BR é muito melhor! Mas falando da resenha, ficou boa. Eu quero ler alguns da iD, mas essa não esta no topo da lista, não mesmo, e o fato de a personagem principal ser sem sal, bem... Agradecimentos por ser em 3° pessoa néé rsrs =D
    Beijos da Parceira
    Heloisa Pacheco
    Up Read
    http://upread.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha! Completissima. Eu gostei bastante desse livro, mas tenho que admitir que ainda faltou algo, não sei se esperava algo tão grandioso como Feios! Mas ainda assim, é uma boa leitura.

    Sobre a capa, eu realmente não gosto da Brasileira, a original é tão linda e "colorida".

    Beijinhos, Stefie
    stefieferreira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Por incrível que pareça, gostei muito mais da capa brasileira (e olha que normalmente prefiro as originais). Mais clean, não sei...

    Estou doida para ler esse livro, há tempos na minha listinha!

    Bjs,
    Kel - It Cultura
    http://www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  5. Não consegui comentar no post do Book Blogger. É normal msm?

    Bjs,
    Kel

    ResponderExcluir
  6. Oi, Kel, tudo bem?
    Desculpa por isso, é que acidentalmente desliguei a opção de comentar... Mas pode ir lá agora! ;)

    ResponderExcluir
  7. Ai que legal, amei a estória!!!
    Li feios e perfeitos, e gostei bastante, faltou um romance mais intenso, mas ele criou um plano de fundo maravilhosos.
    Fiquei interessada nesse agora!
    Bjs,
    =]

    ResponderExcluir
  8. Ei Isa!
    Eu ainda não li nada do Scott, mas pelo jeito, é melhor mesmo começar por Feios...kkk
    Mocinha sem sal é muito ruim.
    Mas para falar a verdade, nemtinha ficado com muita vontade de ler este livro não.
    Bjins e ótimo feriado!

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.