[Resenha] Paixão sem Limites, de Abbi Glines


Ler um livro com cenas mais quentes não é um costume meu – não é que eu não goste, simplesmente nunca me apareceu um que eu achasse interessante desse tipo. No entanto, ao ler a sinopse de Paixão sem Limites, fiquei bem curiosa com a história, que prometia, além de muita paixão (hahaha, piadista), algum plano de fundo complexo pros nossos protagonistas.

Narrada por Blaire, uma moça com um passado complicado e um presente indefinido, a história aos poucos nos revela alguns detalhes sobre como Blaire se tornou desse jeito. Além disso, temos aquele deus que todas nós queremos que seja só nosso – no caso desse livro, ele atende pelo nome Rush. Bonito demais, metido demais, rico demais. Blaire sabe desde o começo que os dois não se combinam, mas mesmo assim, a atração entre ambos é inegável e, eventualmente, as coisas saem do controle.

A história é bem contada e a narrativa de Blaire, por incrível que pareça, não me foi cansativa ou muito repetitiva. As cenas mais quentes, que já estava bem claro que teríamos no livro, foram bem contadas e, apesar de Abbi não ter poupado nenhum detalhe, nada me pareceu muito vulgar. Claro que, se você não curte de jeito nenhum esse tipo de cena, bem, não é mesmo um livro que eu te recomendaria, mas dá pra ler sem problema algum.

A única coisa que me incomodou foi algumas atitudes de Rush. Sim, nós sabíamos, assim como Blaire, que ele não era coisa boa, mas ele muitas vezes trata a protagonista como se não fosse alguém importante de fato para ele. Eles têm várias idas e vindas, com ele sempre fazendo juras de amor, que, assim que Blaire vira as costas, são quebradas. Isso me irritou, por mais que não fuja do jeito que eu já esperava que Rush fosse.

O desenvolvimento dos protagonistas é bom, mesmo com essas idas e vindas, gostei que aos pouco fomos conhecendo melhor não só eles, mas as pessoas ao redor. Alguns coadjuvantes, como uma amiga que Blaire faz depois que passa a viver com Rush, davam um tom mais engraçado à história.

A história é interessante e tem um desfecho que, ao mesmo tempo em que me irritou muito, me deixou triste e me deixou morrendo de vontade de ler a continuação, já lançada por aqui, chamada Tentação sem Limites

A edição segue o padrão da Editora Arqueiro, sem muitos artifícios, mas com uma revisão boa e sem erros perceptíveis. Aliás, vi que muita gente não curtiu a capa brasileira, mas eu achei bem bonita, principalmente se comparada as dos outros países.

Pra quem curte um livro com muita paixão, um bad boy de nos deixar babando e uma protagonista complicada, Paixão sem Limites é mais do que recomendado.

Autor(a): Abbi Glines
Editora: Arqueiro
Ano: 2012 (original) - 2013 (Brasil)
Páginas: 300 (original) - 192 (Brasil)
Nome original: Fallen Too Far
Coleção: Too Far, #1

Um comentário:

  1. Essa capa não me agrada nem um pouco, juro! hahaha tenho bloqueio mental contra ela...
    Mas até que sua resenha me convenceu um pouquinho (positivamente, claro rs)
    Um beijo
    ilov3books.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comente aqui o que achou da postagem. Não seja tímido, pode falar o que vier a cabeça (desde que não seja coisas, você sabe, idiotas, racistas, etc).
Aproveite.